A Formação Literária da Criança…

A Formação Literária da Criança – Rafael Falcón Download 2022 Rateio Sugestões: t.me/drivedodinheirobot Poucos sabem, mas eu traduzi os versos do Livro Azul (de contos de fadas), da Editora Concreta. Numa das histórias, dizia um gigante: “Ugabuga abugabão,
Tem gente neste salão!
Esta noite terei carne
Para comer com meu pão.” Se, de acordo com a teoria aristotélica, a poesia trata do “possível”, há porém um possível na esfera do banal, e outro na esfera do fantástico. Este último como que redobra a estrutura paralogística (“suspension of disbelief”). A lógica dos contos de fadas é esta: não apenas perguntar “e se acontecesse X?”, mas também “e se o mundo fosse Y?”. Este segundo grau de abstração da realidade concreta, paradoxalmente, permite à imaginação acessar um nível mais profundo de aplicabilidade. E também pode moldar a aparência para revelar uma qualidade moral ou intelectual. Por meio do elemento fantástico, a literatura pode tornar o invisível visível, como nas epopéias clássicas figuram os deuses pagãos, e nas histórias populares cristãs, o diabo. Pois se é paralogístico inventar fatos particulares e personagens, é duplamente paralogístico inventar tipos de fatos e tipos de pessoas; é renegociar a estrutura do real. Assim, a literatura fantástica é algo como uma literatura ao quadrado. %post_content

Referência: %t.me/drivedodinheirofree%

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

E-mail enviado, resposta em 1 dia útil.